Contar e narrar os desastres

Sandrine Revet

Resumo


Desde os anos 80, a progressiva institucionalização de um governo mundial dos desastres se baseia em um conjunto de números compilados em bases de dados. O artigo se interessa por duas dentre elas: EM-DAT, produzida pelo CRED; e Desinventar, produzida pela La Red. Cada uma destas bases de dados elabora, ao seu modo, e com a ajuda de traduções, uma narrativa sobre os desastres, e um tipo de diálogo se estabelece entre elas, que nos falam das diferentes dimensões de um mundo “desastroso".

 

Traduzido do francês por Marta de Araujo Pinheiro (UFRJ)


Palavras-chave


desastres; narrativas; EM-DAT; desinventar

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Universidade Federal de Juiz de Fora

Programa de Pós-graduação em Comunicação
Lumina - Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora

E-mail: revista.lumina@ufjf.edu.br

Classificação Qualis-CAPES : B1

ISSN 1516-0785 | e-ISSN 1981-4070

Diretórios e Indexadores:

Siga a Lumina