O desenho metodológico de uma pesquisa qualitativa sobre cinema e educação

Raquel Pacheco

Resumo


O desenho metodológico utilizado para a realização de uma pesquisa de campo sobre projetos de cinema e educação em Portugal e no Brasil é o tema principal a ser tratado aqui. A  pesquisa realizada teve como objetivo caracterizar como diferentes projetos de cinema e educação funcionam no seu dia-a-dia; identificar que tipo de pedagogias e metodologias são utilizados; saber o que estes projetos significam e de que forma contribuem para e com os jovens que deles participam e para sua educação enquanto sujeitos de direitos; e, por fim, perceber o papel das políticas públicas nesta área. Com o intuito de conseguirmos respostas para estas demandas, realizamos um trabalho de campo no Brasil e em Portugal, onde desenvolvemos um processo metodológico que inclui a pesquisa etnográfica através da observação participante e outros métodos relacionados à pesquisa qualitativa. E é sobre este processo metodológico que iremos falar.


Palavras-chave


cinema e educação; epistemologia; pesquisa qualitativa; jovens; estudo dos media .

Texto completo:

PDF

Referências


ALASUUTARI, P. (2005). A Globalização da Pesquisa Qualitativa. Tradução de A. de SOUSA LOPES. Media e Jornalismo, nº6, ano4. Coimbra: Edições Minerva.

BARBIER, R. (1985). Pesquisa-Ação na Instituição Educativa. Rio de Janeiro: Zahar.

BUCKINGHAM, D. e BLOCK, L. de (2007). Finding a global voice? Migrant children, new media and the limits of empowerment, in P. DAHLGREN, pp. 147-163, Young Citizens and New Media: Learning for Democratic Participation. New York: Routledge.

FEILITZEM, V. C., CARLSSON, U. & BUCHT, C. (eds.) (2011). New Questions, New Insights, New Approaches. Contributions to the research forum at the World Summit on media for children and youth 2010. Sweden: NORDICOM (University of Gothenburg).

FREIRE, P. e SHOR, I. (2006). Medo e Ousadia – O Cotidiano do Professor. São Paulo: Paz e Terra.

GUERRA, I. C. (2002). Fundamentos e Processos de Uma Sociologia de Acção – O Planeamento em Ciências Sociais. Cascais: Principia.

GUERRA, I. C. (2012). Pesquisa Qualitativa e Análise de Conteúdo. Sentidos e formas de uso. Cascais: Principia.

HAGUETTE, Teresa M. F. (1995). Metodologias Qualitativas na Sociologia. Petrópolis: Vozes.

HANSEN, A. et al.. (1998). Mass Communication Research Methods. London: Palgrave.

KIRBY, P. (2003). Involving young people in research, in Child and Youth Participation: Resource Guide. UNICEF.

PACHECO, R. (2009). Jovens, Media e Estereótipos: Diário de Campo numa Escola dita Problemática. Lisboa: Livros Horizonte.

PAIS, J. M. (2003). Culturas Juvenis. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda.

SAVE THE CHILDREN (2003). Interviewing Children: A guide for journalists and others. London: Save the Children.

SCHRODER, K. et al.. (2003). Researching Audiences. Londres: Arnold.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Universidade Federal de Juiz de Fora

Programa de Pós-graduação em Comunicação
Lumina - Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora

E-mail: revista.lumina@ufjf.edu.br

Classificação Qualis-CAPES : B1

ISSN 1516-0785 | e-ISSN 1981-4070

Diretórios e Indexadores:

Siga a Lumina