A disputa eleitoral no ciberespaço: uma análise das estratégias dos candidatos a deputado federal nas fanpages

Luiz Ademir de Oliveira, Paulo Roberto Figueira Leal, Carolina Lima Silva Pereira

Resumo


A partir da discussão sobre a esfera pública, da perspectiva crítica à concepção deliberativa, discute-se a interface entre a Comunicação e a Política, com foco nos processos eleitorais (Habermas, 1984; Assmann, 2013; Benkler, 2006). As eleições mais recentes no Brasil, mais especificamente as de 2012 e 2014, demarcaram uma mudança em termos de propaganda política, com o uso mais recorrente da internet e, principalmente, das redes sociais. Os candidatos utilizam as redes sociais para construção de uma imagem positiva, na busca de consolidar accountability político, com o intuito de conquistar eleitores, influenciar opiniões e gerar maior identificação com suas campanhas. Nesse contexto, o artigo procura compreender o uso da rede social Facebook a partir da análise das fanpages de três candidatos a deputado federal nas eleições de 2014, Margarida Salomão (PT), Marcus Pestana (PSDB) e Júlio Delgado (PSB), que têm domicílio eleitoral em Juiz de Fora (MG).  As redes sociais também implicam em relações de sentido construídas a partir de interações entre cidadãos e candidatos nestas fanpages. Por isso, num segundo momento, a análise concentra-se na investigação do processo de discussão política nas redes.

Palavras-chave


espaço público; propaganda política; comunicação digital; redes sociais; interação.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSMANN, Gabriela. Participação na esfera pública interconectada: uma análise do site Novas Ideias POA. In: V SIPECOM, Universidade Federal de Santa Maria, 2004. Disponível em:

http://coral.ufsm.br/sipecom/2013/wp-content/uploads/gravity_forms/1-997169d8a192ed05af1de5bcf3ac7daa/2013/09/SIPECOM-Gabriela-Assmann.pdf. Acesso em: 20 mai. 2014.

BENKLER, Yochai. The wealth of networks: how social production transforms markets and freedom. New Haven [Conn.]: Yale University Press, 2006.

BRASIL. Presidência da República. Secretaria de Comunicação Social. Pesquisa Brasileira de Mídia 2015: hábitos de consumo de mídia pela população brasileira. – Brasília: SECOM, 2014.

GONÇALVES, Cláudia Isabel Silvério. A influência da rede social Facebook na decisão de voto. Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Universidade de Nova Lisboa. 2012.

HABERMAS, Jürgen. Mudança estrutural da esfera pública: investigações quanto a uma categoria da sociedade burguesa. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1984.

LÉVY, Pierre. “A Revolução contemporânea em matéria de comunicação”. In: MARTINS, Francisco Menezes; SILVA, Juremir Machado da. (Org.). Para navegar no século XXI: tecnologias do imaginário e cibercultura. Porto Alegre: Sulina/Edipucrs, 2000.

OLIVEIRA, Luiz Ademir de. As estratégias retóricas na construção dos mundos de natureza ficcional da política: um estudo comparativo das campanhas de Belo Horizonte e Salvador na eleição municipal de 2000. Tese de Doutorado apresentado ao IUPERJ, Rio de Janeiro, 2004.

TORRES, Patricia Lupion, et. al. “O uso pedagógico da rede social Facebook”. In: Colabor@ - A Revista Digital da CVA-RICESU, Vol. 7, Número 28, 2012.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Universidade Federal de Juiz de Fora

Programa de Pós-graduação em Comunicação
Lumina - Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora

E-mail: revista.lumina@ufjf.edu.br

Classificação Qualis-CAPES : B1

ISSN 1516-0785 | e-ISSN 1981-4070

Diretórios e Indexadores:

Siga a Lumina